Nossas redes:

Destaques

Bruno Henrique depois dos 4 gols feitos na semifinal da libertadores repetiu o feito de Pelé.

Publicado em




O atacante chega mais uma vez para fazer história na libertadores, com certeza é um jogador que chega muito forte para disputar o título de Rei da América. Bruno Henrique marcou todos os quatros gols do Flamengo nas duas vitorias pelo placar de 2 a 0, e igualou um feito de Pelé.

No ano de 1963, o rei Pelé fez quatro gols na fase semifinal da libertadores, no primeiro jogo contra o Botafogo o placar foi 1×1, e o rei fez o gol do time da vila. No segundo jogo o Santos ganhou do Botafogo por 4 x0, sendo 3 gols do rei, numa semifinal que entrou para a história do ídolo brasileiro.

Depois dessa semifinal o jogador de 30 anos, Bruno Henrique chegou num patamar que poucos jogadores chegaram na libertadores, garantiu um feito que apenas 3 jogadores já haviam conseguido, de acordo com dados da Conmebol, além de Pelé apenas Borja em 2016, pelo Atlético Nacional-COL, contra o São Paulo, e Albeiro “El Palomo” Usuriaga em 1989 que também jogava pelo Atlético Nacional-COL, contra o Danúbio-URU.




Além de nesse jogo ter se igualado ao Pelé nesse feito, no primeiro jogo da semifinal da libertadores Bruno Henrique já havia conseguido se igualar ao rei, dessa vez em número de gols. Bruno Henrique havia chegado ao mesmo número de gols que o rei na libertadores, agora depois do segundo jogo ele fica a apenas 1 gol de se igualar ao Zico na busca para se tornar o maior artilheiro do Brasil na libertadores.

Mas não está muito fácil para o atleta, no ranking de maiores artilheiros brasileiros da libertadores Bruno Henrique que depois dos últimos 2 jogos chegou à marca de 15 gols, ainda precisa superar os 21 gols do Gabigol para ser o maior goleador rubro-negro da competição. Para depois se tornar o primeiro do brasil no ranking, ele precisa se igualar ao Luizão que é o maior artilheiro brasileiro na história do torneio, com 29 gols marcados.




Em 2019 o atacante Bruno Henrique foi eleito pela Conmebol o melhor jogador da libertadores, ano em quem o Flamengo conquistou a sua segunda libertadores, título que o Flamengo não conquistava desde de 1981. O título de Rei da América, é um prêmio tradicional do diário El País e coroou o Gabigol como rei em 2019, que ao lado do Bruno Henrique protagonizaram gols e jogadas incríveis.

Depois desse feito todos os olhos estão direcionados para o Bruno Henrique na final da libertadores contra o Palmeiras, podemos esperar uma excelente partida do atacante, que está mais motivado do que nunca para conseguir esse título para o torcedor. O camisa 27 afirmou que a prioridade é levantar a taça novamente, mas que seria uma honra a premiação individual.

Em entrevista para a imprensa o atleta deu a seguinte declaração:

– Se a gente vencer a libertadores, será um feito muito grande. E se ganhar um prêmio individual, ficaria honrado. Vou focar em conquistar o título. Se eu for merecedor, ficarei muito feliz. Vestir essa camisa é para poucos. Sou iluminado. Estou muito feliz de ter marcado os dois no Maracanã e aqui. Só tenho que agradecer – disse o atacante.

O atacante é o segundo maior artilheiro do século 21 do Flamengo, em valores atuais, Bruno Henrique teria custado ao Flamengo apenas 3.8 milhões de euros (aproximadamente R$: 23 milhões) em 2019.

Valor que é menor do que todos os jogadores do meio pra frente do clube Flamengo, o retorno que o time tem do atleta em campo é com certeza o melhor custo benefício em três anos de gestão Rodolfo Landim.




Corinthians

Corinthians precisa vender jogadores, veja os nomes

Publicado em

on

CONTINUAR LENDO

EM ALTA